Home
Produtosv
Serviçosv
Clientesv
Quem Somosv
Fale comv
Donwloads
Mapa
Contador de Faturamento Eletrônico Valor total em reais: Número de Notas Emitidas
Valor total faturado em nossos sistemas desde a implementação da nota fiscal eletrônica 1.10 até agora: The GaugeControl contains 1 gauge with values: (5.819.220.287,65). The GaugeControl contains 1 gauge with values: (1.295.933).
Procurando ERP?
Livework.NET é nosso sistema ERP, que abrange todas as áreas da sua empresa. Seus pedidos chegam à sua empresa por qualquer método: digitação, sites B2B, site B2C, Palm, PocketPC...
Mais...

Livework
 
Nota Fisca Eletrônica
Possuímos soluções completas para a emissão de notas fiscais eletrônicas, para sistemas de terceiros.

Você mantém o investimento já realizado e ganha velocidade, precisão e estabilidade no faturamento. Nossas versões sempre estão atualizadas com a lei.
Business Intelligence
Conheça nosso produto de B.I., o LiveCUBE. Ele é nativo para o Livework, mas pode interfacear com outros sistemas.

Monitor Com o Livework Monitor você acompanha o seu faturamento on-line, sem intermediários!

A plataforma do Livework Monitor é o Windows Phone 7.5. Esse é o novo sistema operacional da Microsoft para telefones celulares e tablets (os tables começam a ser lançados no segundo semestre de 2012).

O Monitor fornece, em tempo real, o faturamento de vendas agrupado por Representante, para o dia, dia anterior, dois dias anteriores, e o acumulado no mês, podendo inclusive visualizar nota a nota (apenas cliente, emissão, nota fiscal e Valor da nota).

E ele já nasce multi-empresa: você usa um programa para todas as empresas que faturam pelo Livework. Não há custo de uso do Monitor, apenas o da compra do programa no Microsoft MarketPlace Disponibilizaremos sempre os dados dos últimos 3 meses, de forma gratuita.

Esse programa também pode ser utilizado em outros sistemas ERP que não o Livework. Fale com a gente e ande sempre com seus negócios no bolso.

 
Se você está procurando soluções para Nota Fiscal Eletrônica, aqui é o seu lugar! Veja nossos produtos:
 

NFe Inbox

Hoje, o maior desafio da nota fiscal eletrônica é a administração dos arquivos XML das NFe emitidas contra a sua empresa por seus FORNECEDORES. E lembre-se: esses arquivos você TEM DE GUARDAR POR 5 ANOS, não adiantando apenas possuir o DANFE recebido.

Para preencher essa lacuna, lançamos "NFeInbox", um produto que administra sozinho a recepção por email dos arquivos XML das notas eletrônicas de seus fornecedores por email e realiza as seguintes principais tarefas:

  • Valida a estrutura do arquivo no padrão da nota fiscal eletrônica;
  • Valida a estrutura do arquivo no padrão UTF-8;
  • Verifica se o destinatário da nota fiscal é realmente a sua empresa;
  • Consulta on-line a chave recebida nas SEFAZ dos estados dos fornecedores, verificando a validade do arquivo, e a sua situação junto a SEFAZ, removendo qualquer trabalho manual dos usuários.
  • Volta a pesquisar diariamente a chave até o término do prazo legal do cancelamento evitando cancelamento posterior não informado pelo fornecedor, garantindo a integridade de seus lançamentos fiscais e contábeis;
  • Salva organizadamente os arquivos, em pastas estuturadas de várias formas (Ano.Mes, Ano.Mes\CNPJ do Fornecedor, etc);
  • Salva o arquivo xml também no banco de dados (SQLServer) garantindo uma cópia de segurança no backup do banco de dados;
  • Integra-se facilmente a qualquer sistema de gestão de terceiros;
NFeBridge NFeBridge
Utilize o NFeBridge e deixe todas as operações de faturamento eletrônico por nossa conta: faturamento, consulta de status de funcionamento, cancelamento de notas, retornos, o NFeBridge consome todos os webservices de todas os estados brasileiros.

E integra-se ao seu sistema atual, garantindo velocidade e estabilidade no faturamento eletrônico, removendo suas preocupações com as constantes atualizações técnicas do modelo eletrônico.

Entre em contato e saiba mais
Últimas notícias
NFS-e Nota Fiscal eletrônica de Serviços
5/8/2016
Temos o prazer de informar que está disponível no Livework R3 a nota fiscal eletrônica de serviços (NFS-e) para emissores no município de São Paulo - SP.

Em breve implantaremos novas cidades, vinculando aos sistemas existentes.

Ao contrário da NFe, fruto de um esforço de todos os estados, os municípios não conseguiram chegar a um acordo, partindo cada um para uma solução diferente.

Se você deseja alguma cidade específica, por favor, consulte a disponibilidade técnica junto ao nosso departamento técnico.
Nova Regra de Validação da NFe
1/7/2016
Em relação à Identificação do Destinatário, agora a NT 2015/003 v 1.7:

Se informado destinatário como Contribuinte Isento de Inscrição Estadual (indIEDest=2-ISENTO) nas UFs AM, BA, CE, GO, MG, MS, MT, PE, RN, SE, SP será informada a rejeição:
805 - Rejeição: A SEFAZ do destinatário não permite Contribuinte Isento de Inscrição Estadual.

Nos parece que nesses casos dos destinatários isentos, com emissão nessas UFs, a emissão da nota fiscal apenas será possível com indicação de operação com consumidor final.
Automação de Força de Vendas
25/5/2016
Integramos no Livework R3 o sistema Green Mobile que roda em aparelhos com Android, e permite o envio de pedidos e rastreamento dos seus vendedores.

Assim sua força de vendas possui mais uma opção para envio de pedidos, além da digitação local, remota, ou em nosso site B2B.

Saiba mais em http://www.green.inf.br
HelpdeskPRO
26/4/2016
Informamos a todos que em breve implantaremos um sistema de atendimento baseado em chamados, utilizando um sistema de helpdesk denominado HelpdeskPRO.

Esperamos que com essa nova ferramenta, nosso atendimento ganhe muito em qualidade, trazendo para nossos clientes transparência e eficiência nos serviços prestados.

Em breve entraremos em contato para maiores detalhes.
Código CEST em SP
1/4/2016
Embora o CONFAZ por meio do Convênio ICMS 16 /2016 (DOU de 28/03) tenha adiado para 1º de outubro de 2016 a exigência do CEST, tivemos hoje nota fiscal não autorizada por conta da CEST na SEFAZ de SP.

Nos parece que ela deve estar validando por engano, e brevemente deve remover o bloqueio, mas se os cadastros estiverem corretos, a nota fiscal será autorizada.

Pedimos assim a atenção nos cadastros desses códigos e na correta configuração da CST de ICMS.
Código CEST
28/3/2016
O CONFAZ por meio do Convênio ICMS 16 /2016 (DOU de 28/03) adiou para 1º de outubro de 2016 a exigência do CEST.
Código CEST
2/3/2016
A partir de 1/4/2016 a SEFAZ começará a validar o código da CEST - Código de Enquadramento da Substituição Tributária (disponível no sistema no cadastro das NCMs).

A partir desta data, se não for informado, a SEFAZ rejeitará a emissão NFe/NFCe com o seguinte erro:
ERRO 806 - REJEICAO: OPERACAO COM ICMS-ST SEM INFORMACAO DO CEST

A CEST será obrigatória para as operações com:
- CST = 10, 30, 60 e 70
- CST = 90 e vICMSST > 0
- CSOSN = 201, 202, 203 e 500
- CSOSN = 900 e vICMSST >0
NT 2015/003 V.1.6 - Partilha do ICMS
4/1/2016
Em tempo: estamos ignorando o texto da NT para a TAG W04e - vICMSUFDest que pede para somar o o valor do ICMS relativo ao Fundo de Combate à Pobreza naquela UF, uma vez que nos itens foi removida essa soma(NA15 - vICMSUFDest) - que é a razão da nova versão da NT.

Além do que, somar a FCP no total e não nos itens inviabilizaria a emissão da NF pela validação W04e-10: "Rejeição: Valor total do ICMS Interestadual da UF de destino difere do somatório dos itens"
NT 2015/003 V.1.6 - Partilha do ICMS
4/1/2016
No dia 30/12/2015 a SEFAZ soltou nova orientação sobre a partilha do ICMS nas operações interestaduais para destinatários não contribuintes de ICMS. Ela diz:

Em razão do disposto no inciso II da Cláusula terceira do Convênio ICMS 152/15, que altera o Convênio 93/15, o qual, por sua vez, dispõe sobre os procedimentos a serem observados nas operações e prestações que destinem bens e serviços a consumidor final não contribuinte do ICMS, localizado em outra unidade federada:

"Cláusula terceira Acordam os Estados e o Distrito Federal que até 30 de junho de 2016: [...] II - a fiscalização relativa ao descumprimento das obrigações acessórias previstas neste Convênio será de caráter exclusivamente orientador, desde que ocorra o pagamento do imposto"

Assim, estamos ajustando o sistema para contemplar essa NT do dia 30, e atualizaremos as bases de nossos clientes no início do mês de janeiro.
Enquadramento do Destinatário
4/12/2015
A partir de 1/1/2016 o sistema deverá exigir a qualificação do parceiro no cadastro de clientes/fornecedores a seguinte classificação:

- PF;
- PRODUTOR RURAL (PF COM IE)
- PJ CONTRIBUINTE COM IE
- PJ CONTRIBUINTE ISENTO DE IE
- PJ NÃO CONTRIBUINTE COM IE
- PJ NÃO CONTRIBUINTE SEM IE
- ESTRANGEIRO

Essa classificação será necessária para a entrada da NT 2015/002 e 2015/003. O preenchimento correto do cadastro será relevante para a confecção na NFe, então pedimos a atenção no preenchimento dessas informações.
Página:
[1]
2
3
4
5
6
7
18
19
20